A música de rua existe desde a Grécia Antiga, por meio dos Aedos, homens que cantavam e discursavam as lendas da época nas ruas das cidades. A música tem poderes incontestáveis tanto na vida de uma única pessoa, como na cultura de uma nação.

Por meio dela nos expressamos, entendemos, contestamos e nos divertimos. Pesquisadores do mundo estudam esses efeitos e comprovam que a música pode mudar o humor, inteligência e desempenho físico e mental.

Alunos de convergência de mídias afirmam que na Grande São Paulo são mais de 290 músicos apenas nessa região da capital paulistana.

 

Orientação: Prof. Whaner Endo