Por Ariane Coelho

Orientação: Prof. Thomaz Pedro

A concepção do ensaio fotográfico se deu nos diferentes âmbitos do metrô: população em movimento, suas estações, suas obras, contrastando com a circulação dos trens do metrô paulista.

Um olhar diferente sobre estações do metrô de São Paulo: agitação e detalhes que, muitas vezes, não damos atenção…

O metrô da capital Paulista está em operação desde 14 de setembro de 1974. É o maior e mais movimentado sistema de transporte metroviário do Brasil, com uma extensão de 78,4 quilômetros de linhas ferroviárias distribuídas em seis linhas, que possuem um total de 67 estações.

Estima-se que por volta de 4 milhões de pessoas por dia transitam pelo seu extenso complexo. Podemos destacar 2 estações que estão entre as mais interessantes: Estação da Sé e Estação da Luz.

A Estação da Sé foi inaugurada oficialmente em 17 de Fevereiro de 1978. É a estação central e mais movimentada da cidade de São Paulo, localizada na Praça da Sé. Ela interliga as linhas azul e vermelha. Por ali, inúmeras pessoas de diferentes regiões e destinos se cruzam diariamente com seus incríveis e diferentes contrastes culturais.

Abrigando o momentaneamente desativado Museu Da Língua Portuguesa, a Estação da Luz é uma das mais importantes estações ferroviárias de São Paulo. É a mais bela estação da cidade. Parte dela está fechada atualmente para reforma, devido ao incêndio ocorrido no final do ano passado no Museu.