Por Rodrigo Louzas

Após fazer pilates por três meses, a contabilista Priscila Valério Marconde, de 30 anos, descobriu que conseguir uma postura corporal correta é muito mais do que melhorar a aparência. É também sinônimo de saúde.

mulher pilates

Foto da matéria

Por trabalhar durante muito tempo diante de um computador, Priscila começou a sentir dores por todo corpo. Seguindo conselho do médico, passou a praticar o Pilates. Esta prática, garante ela, não salvou a sua vida, mas sim a alegria de viver.

Para o professor de Educação Física Carlos Eduardo de Carvalho, 32, não há nenhum milagre com o que aconteceu com Priscila, pois, segundo ele, o Pilates trabalha a consciência corporal dos praticantes, trazendo resultados positivos. E complementa: “A falta de atividades físicas e a falta de atenção com a posição do corpo são os maiores vilões da postura correta.”

Segundo o professor Carlos Eduardo, uma grande parte da população é sedentária e tem problemas posturais. É preciso lembrar que “a postura humana ideal provém do alinhamento de três curvaturas do nosso corpo: a cervical (curvas do pescoço), a torácica (meio das costas) e a lombar (parte inferior das costas). Para cada situação do cotidiano, como andar, sentar, agachar, levantar, existe uma postura correta a ser adotada. Enfim, temos curvaturas naturais na coluna vertebral, e as mesmas precisam ser respeitadas”, explicou o especialista.

Carlos Eduardo ainda ressalta que a melhor forma de manter as suas costas longe das dores é praticar exercícios físicos regularmente. E sugere que para quem não gosta de academias, como Priscila, o pilates é o ideal.

Influenciado pela yoga, pelo zen budismo e por algumas artes marciais, o pilates consiste em uma série de exercícios e alongamentos utilizando, quase que unicamente o peso do próprio corpo para a execução dos movimentos. E desde o seu surgimento, por volta de 1920, difundido pelo alemão Joseph Pilates, vem ganhando cada vez mais adeptos.

 Kesley Bezerra Michele, 28, professora de Pilates, afirma que a modalidade ajuda no alongamento muscular, auxilia no equilíbrio, aumenta a flexibilidade, melhora a respiração e trabalha o abdômen, braço, perna.
 “Enfim, é uma atividade que beneficia todo o corpo. A modalidade acaba deixando os músculos mais fortes e tonificados para aguentar o nosso cotidiano cada vez mais corrido.”

Douglas Martins, 29, há um ano pratica duas aulas de Pilates por semana e diz que a atividade mudou sua vida em vários aspectos, desde a consciência corporal que adquiriu até os benefícios ao corpo. O ator ainda afirma que no começo sofria para deixar a sua coluna na postura correta, mas depois de um tempo isso foi ficando mais fácil e natural.

“Você começa naturalmente a prestar mais atenção na sua postura. É natural! Você não precisa se policiar. Cria este hábito de andar correto, de ficar com uma postura correta. Depois de que você aprendeu a ficar com a postura correta, ficar errado incomoda.“ afirma Douglas.